JULHO: As nossas famílias

Rezemos para que as famílias no mundo de hoje sejam acompanhadas com amor, respeito e conselho. E, de modo especial, que sejam protegidas pelos Estados.

Papa Francisco – Julho 2020

A família tem que ser protegida.
São muitos os perigos enfrentados por ela: o ritmo de vida, o stress…
Às vezes, os pais esquecem-se de brincar com os filhos.
A Igreja tem que animar e estar ao lado das famílias, ajudando-as a descobrir caminhos que lhes permitam superar todas estas dificuldades.
Rezemos para que as famílias no mundo de hoje sejam acompanhadas com amor, respeito e conselho. E, de modo especial, que sejam protegidas pelos Estados.

Credits

Campaign title:

The Pope Video – July 2020: Our families

A project by Pope’s Worldwide Prayer Network

In collaboration with Vatican Media

Creativity and co-production by:

La Machi Communication for Good Causes

Music production and mix by:

Índigo Music Design

PRESS RELEASE

Papa pede que os Estados protejam as famílias

Em um novo “O Vídeo do Papa“, o Santo Padre destaca os tempos difíceis que as famílias estão enfrentando hoje, marcados pelo estresse de um mundo em crise, e pede que elas “sejam acompanhadas com amor, respeito e conselho”.

(Cidade do Vaticano, 2 de julho de 2020) – Acaba de ser lançado O Vídeo do Papa de julho, que traz a intenção de oração que o Santo Padre confia à Rede Mundial de Oração do Papa (incluindo o Movimento Eucarístico Jovem – MEJ). Desta vez, o vídeo fala sobre as famílias, que precisam ser protegidas neste tempo difícil. Com essa preocupação em mente, Francisco pede que os Estados as protejam e que “no mundo de hoje elas sejam acompanhadas com amor, respeito e conselho”.

A realidade das famílias hoje é diferente do passado. Imersas em uma cultura em que o tempo parece escasso, onde o excesso de trabalho às vezes impede o espaço de convivência e onde a conexão digital fragiliza, em alguns casos, os laços emocionais, muitas famílias se sentem sozinhas e sofrem em silêncio. Além disso, neste tempo de crise, em que continuamos a ver as consequências socioeconômicas da pandemia – como a perda de emprego e a dificuldade de manter um lar – torna-se mais evidente que nem os indivíduos nem a sociedade podem viver sem famílias. É por isso que os Estados precisam promover políticas que as apoiem e protejam.

O Vídeo do Papa” deste mês destaca que essas situações são, entre outras, “os perigos que a família enfrenta” hoje. E também acrescenta questões da vida diária: “Às vezes, os pais esquecem de brincar com os filhos”. É por esse motivo que Francisco insiste na necessidade da Igreja “encorajar e estar ao lado das famílias, ajudando-as a descobrir maneiras que lhes permitam superar todas as dificuldades”.

O Pe. Frédéric Fornos S.J., diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, observa: “sabemos que os efeitos da pandemia continuam a ser sentidos em muitas partes do mundo. Existem muitas famílias necessitadas e inseguras sobre o seu presente e futuro no trabalho. Diante das dificuldades e enfermidades do mundo, como essas famílias podem ser acompanhadas? Da mesma forma, o Papa nos lembra que ‘a família é a base da sociedade e a estrutura mais adequada para garantir às pessoas o bem integral necessário ao seu desenvolvimento permanente’. E em seu apelo final aos Estados para protegê-las, ele enfatiza mais uma vez que a família não é simplesmente um assunto privado, mas um fato social. Neste tempo em que vivemos, as famílias precisam ser apoiadas, fortalecidas ‘acompanhadas com amor, respeito e conselho’. Rezar por essa intenção significa colocar-se a serviço das famílias, apoiar as associações que as ajudam a enfrentar seus vários desafios, uma vez que a verdadeira oração se encarna em nossas vidas. Durante este mês de julho, dediquemos todos os dias um tempo livre para nossa família; cada pessoa sabe concretamente o que isso significa”.

Família, Crianças, Infância, Crescimento, casa, Futuro, problemas familiares, convivência, casa.

adminJULHO: As nossas famílias