Julho: Pessoas afastadas da fé cristã

Peçamos pelos nossos irmãos que se afastaram da fé, para que, através da nossa oração e testemunho evangélico, possam redescobrir a beleza da vida cristã.

Papa Francisco – Julho 2017

Nunca esqueçamos que nossa alegria é Jesus Cristo, seu amor fiel e inesgotável.
Quando um cristão está triste, isso significa que ele se afastou de Jesus.
Nesses momentos não devemos ficar sozinhos. Devemos oferecer a esperança cristã: com nossa palavra, nosso testemunho, com nossa liberdade, nossa alegria.
Peçamos pelos nossos irmãos que se afastaram da fé, para que, através da nossa oração e testemunho evangélico, possam redescobrir a beleza da vida cristã.

COMUNICADO DE IMPRENSA

Francisco pede para levar alegria e acompanhar os cristãos que se afastaram da fé

A Rede Mundial de Oração apresenta a edição de julho 2017 do O Vídeo do Papa. Nesta oportunidade, Francisco chama a estar próximo das pessoas que se distanciaram de Cristo e sublinha a importância da alegria para impulsionar a mensagem do evangelho.

(Vaticano, 4 de julho de 2017). – O Sumo Pontífice, através de O Vídeo do Papa, que a Rede Mundial de Oração do Papa apresenta todo mês, compartilhou sua intenção de julho. Nesta oportunidade, invoca a não esquecer aqueles cristãos que se afastaram da fé.

“Peçamos por nossos irmãos que se afastaram da fé, para que, através da nossa oração e testemunho evangélico, possam redescobrir a beleza da vida cristã”, exorta Francisco no vídeo. “Nesses momentos não podemos deixá-los sozinhos. Devemos oferecer-lhes a esperança cristã com a palavra, mas, principalmente, com nosso testemunho, com nossa liberdade, com nossa alegria”, acrescentou.

O Santo Padre enfatizou a importância de transmitir alegria como um modo de acompanhar as pessoas que, por qualquer circunstância, se afastaram da mensagem do Evangelho e dos ensinamentos de Cristo. Para ressaltar seu pedido, o Papa assegura que a tristeza em um cristão é um sinal evidente de que se afastou de Jesus.

Com mais de 2,2 bilhões de cristãos ao redor do mundo, Francisco se propôs ir além da realidade concreta da Igreja Católica e voltou a chamar a atenção para acompanhar aqueles que possam estar passando por uma crise na fé. Entre alguns de seus pedidos, o Papa também pediu para oferecer um caminho de esperança através do próprio testemunho e o exercício da liberdade.

“A preocupação manifestada pelo Papa Francisco não é nova. Em 2013, em sua encíclica Lumen Fidei, prolongando o trabalho do Papa Bento XVI, Francisco alertou sobre os perigos da perda da fé. ‘Urge recuperar o caráter de luz que é próprio da fé, pois, quando a sua chama se apaga, todas as outras luzes acabam também por perder o seu vigor’, afirma no início do documento. No Evangelho de São João, Jesus disse: « Eu vim ao mundo como luz, para que todo o que crê em Mim não fique nas trevas » (Jo 12, 46). A fé em Jesus Cristo tem a capacidade de iluminar toda nossa existência. É como uma “luz no caminho” que nos conduz até os verdes pastos e, ainda no meio das dificuldades, transborda nossa taça de alegria(Salmo 22/23), comentou o Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) e o Movimento Eucarístico Juvenil (MEJ).

Credits

Pope’s Worldwide Prayer Network

Campaing title:

The Pope Video – July 2017: Those distant from the Christian faith

Idea and project coordination:

La Machi

Creative agency:

La Machi

Pope Francis shooting:

Centro Televisivo Vaticano

Production house:

AdHoc Producciones

Sound mixing & music:

Índigo Music Design

Palavra, Testemunho, Caminho, Verdade, Vida, Irmãos na Fé, Fé, Apoio, Cristãos

adminJulho: Pessoas afastadas da fé cristã