Outubro: Primavera missionária na Igreja

Neste mês missionário extraordinário, rezemos para que o Espírito Santo suscite uma nova primavera missionária na Igreja.

Pope Francis – October 2019

Hoje, é necessário um novo impulso na atividade missionária da Igreja para enfrentar o desafio de anunciar Jesus morto e ressuscitado.
Chegar às periferias, aos ambientes humanos, aos ambientes culturais e religiosos ainda alheios ao Evangelho: nisto consiste o que chamamos missio ad gentes.
E recordar que o coração da missão da Igreja é a oração.
Neste mês missionário extraordinário, rezemos para que o Espírito Santo suscite uma nova primavera missionária para todos os batizados e enviados pela Igreja de Cristo.

Credits

Pope’s Worldwide Prayer Network

Campaign title:

The Pope Video – October 2019: Missionary spring in the Church.

Idea and project coordination:

La Machi

Creative agency:

La Machi

Pope Francis shooting:

Vatican Media

Production house:

Adhoc

Sound mixing & music:

Índigo Music Design

COMUNICADO DE IMPRENSA

O Papa Francisco reza por uma nova primavera missionária na Igreja

Em “O Vídeo do Papa” de outubro, que está sendo divulgado durante a inauguração do Mês Missionário Extraordinário, o Santo Padre propõe transmitir um “novo impulso à atividade missionária da Igreja”.

(Cidade do Vaticano, 1º de outubro) – Neste mês de outubro, O Vídeo do Papa é dirigido a todos os católicos, convidando-os a despertar sua consciência missionária e enfrentar o “desafio de proclamar Jesus morto e ressuscitado”. A edição deste mês do vídeo é apresentada no marco do início do Mês Missionário Extraordinário – #MissionaryOctober – convocado pelo Papa Francisco “com o objetivo de promover uma maior conscientização sobre a missão ad gentes e retomar com renovado ardor a transformação missionária da vida e da atividade pastoral da Igreja.” As Pontifícias Obras Missionárias ecoaram as palavras do Santo Padre, que expressou o desejo de que este Mês Missionário possa ser “uma intensa e fecunda ocasião de graça, promovendo iniciativas e, sobretudo, a oração que é a alma da toda atividade missionária.”

“O alcance missionário é paradigmático para toda a atividade da Igreja.” Há regiões em que a Igreja está ainda em seu começo e precisa de apoio especial – territórios missionários, como são chamados. Atualmente, existem 1.109 territórios localizados na África, Ásia e nas ilhas da Oceania e nas Américas. Estima-se que 37% da Igreja Católica seja território de missão; isto é, mais de um terço da Igreja. Essa situação implica um trabalho em constante evolução, pois, à medida que novos territórios são criados, novas instituições sociais, educacionais e pastorais são designadas para cobrir todos os tipos de necessidades. Uma grande parte do trabalho social e educacional da Igreja é realizada em territórios missionários. Nesta mensagem em vídeo, Francisco propõe “alcançar as periferias – os ambientes humano, cultural e religioso ainda alheios ao Evangelho”. Esse renovado impulso missionário, no entanto, não significa fazer proselitismo, mas sim comunicar a vida: “Deus, sua vida divina, seu amor misericordioso, sua santidade! É o Espírito Santo que nos envia, nos acompanha e nos inspira. Ele é a fonte de nossa missão. ”O ponto de partida da ação missionária é a alegria do Evangelho, e Francisco explica que ele deve ser proclamado com respeito pelas culturas e tradições de todas as pessoas, com a consciência de que “a alma da missão é a oração.”

Pe. Frédéric Fornos, SJ, diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa (que inclui o Movimento Eucarístico Jovem), enfatiza que “podemos fazer muitas coisas e gastar muita energia a serviço da missão, mas sem a oração não há verdadeira fecundidade, e tudo se tornará cansativo porque, em vez de sermos dóceis ao Espírito Santo, confiamos em nossa própria força e vontade. A experiência nos ensina que é a nossa oração, um encontro pessoal com o Senhor, que dá origem ao desejo de servir sua missão no mundo ao nosso redor, em nossos bairros e cidades e até mesmo viajando pelo mundo. A missão não é, de fato, um dever ou uma obrigação, mas uma plena felicidade que nasce de nosso batismo, de nossa nova vida em Cristo, e que não podemos deixar de compartilhar.”

Em sua intenção mensal de oração e no início deste mês missionário extraordinário, Francisco reza para que “o Espírito Santo possa promover uma nova primavera missionária para todos os que são batizados e enviados pela Igreja de Cristo”, membros de uma “Igreja peregrina que é missionária por natureza.”

adminOutubro: Primavera missionária na Igreja