Novembro: Testemunhar o Evangelho na Ásia

Peçamos pelos cristãos da Ásia, para que favoreçam o diálogo, a paz e a compreensão mútua, especialmente com aqueles que pertencem a outras religiões.

Papa Francisco – Novembro 2017

O que mais me impressiona da Ásia é a variedade de seus povos, herdeiros de antigas culturas, religiões e tradições.
Neste continente onde a Igreja é uma minoria, o desafio é apaixonante.
Devemos promover o diálogo entre religiões e culturas.
O diálogo é uma parte essencial da missão da Igreja na Ásia.
Peçamos pelos cristãos da Ásia, para que favoreçam o diálogo, a paz e a compreensão mútua, especialmente com aqueles que pertencem a outras religiões.

COMUNICADO DE IMPRENSA

O Vídeo do Papa: Francisco pede que os cristãos na Ásia favoreçam o diálogo e a paz

O Santo Padre, através da mais recente edição do O Vídeo do Papa, realizado pela Rede Mundial de Oração do Papa, convoca à convivência e entendimento mútuo entre os cristãos da Ásia e os fiéis de outras religiões.

(Cidade do Vaticano, 3 de novembro de 2017) – No O Vídeo do Papa de novembro, Francisco destaca a importância de promover a convivência e o respeito mútuo entre os fiéis das diferentes religiões. Seu apelo é especialmente relevante em um continente que tem mais de 141 milhões de católicos em seus 48 países, mas onde ainda existem regiões em que ser cristão pode representar riscos e perseguições.

“Rezemos pelos cristãos da Ásia, para que eles favoreçam o diálogo, a paz e a compreensão mútua, especialmente com aqueles que pertencem a outras religiões”, pede o Papa. “Neste continente onde a Igreja é uma minoria, o desafio é emocionante”, acrescentou.

Entre os países com maior percentual de cristãos, Timor Leste e Filipinas destacam-se com 93% de sua população, e o Líbano com 40%. Além disso, muitas dessas nações têm sido o berço de diferentes santos da Igreja Católica. Por exemplo, os mártires da Indochina, no Vietnã; São Pedro Calúñgsod, São Lorenzo Ruiz e São Jacobo Kyushei, nas Filipinas; São Andrew Kim, Santa Anna Pak Agi e colegas mártires, os santos Pedro e Águeda Yi e Seung-hun Yi, na Coreia do Sul.

“O que mais me impressiona na Ásia é a variedade de suas populações, herdeiras de culturas antigas, religiões e tradições”, diz Francisco. “Devemos promover o diálogo entre religiões e culturas; é uma parte essencial da missão da Igreja na Ásia”, afirma.

“Já São João Paulo II havia apontado que a Ásia era o continente onde Deus decidiu revelar e realizar o seu plano de salvação. Mas hoje enfrentamos o imenso desafio de construir um presente e um futuro de diálogo e paz “, disse o Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa e do Movimento Eucarístico da Juventude (MEJ). “Portanto, acho que o Papa decidiu que devemos trabalhar nesta intenção e rezar por este grande continente, tão rico em culturas e tradições”, acrescentou.

Credits

Pope’s Worldwide Prayer Network

Campaing title:

The Pope Video – November 2017: To witness to the Gospel in Asia

Idea and project coordination:

La Machi

Creative agency:

La Machi

Pope Francis shooting:

Centro Televisivo Vaticano

Production house:

Albiñana Films

Sound mixing & music:

Índigo Music Design

Ásia, Cristãos na Ásia, Diálogo, Paz, Diálogo Inter-religioso, Ecumenismo

adminNovembro: Testemunhar o Evangelho na Ásia