Francisco e O Vídeo do Papa solicitam apoio para os países que acolhem refugiados

O Vídeo do Papa apresenta Países que acolhem refugiados. O lançamento oficial do video é feito no ámbito de Core Values, o evento que propõe o desafio da transmissão de valores na Era Digital.

(Vaticano, 4 de Novembro de 2016) – Se há um problema social debatido nos meios de comunicação e na opinião pública é o dos refugiados. A Rede Mundial de Oração do Papa, este mês em colaboração com o Serviço Jesuíta aos Refugiados, apresentou a décima primeira edição de O Vídeo do Papa, que, desta vez, lembra a emigração forçada e intercede pelo destino dos refugiados.

Core Values, o evento que responde ao desafio do Papa Francisco sobre a transmissão de valores, é o ámbito oficial para este lançamento. A iniciativa é organizada pela associação A Tela Digitale e patrocinada pela Secretaria para a Comunicação da Santa Sede e a Universidade Pontificia Lateranense.

A mensagem do Papa, no seu pedido de oração deste mês, tem presente, naturalmente, a colaboração com os refugiados, mas centra-se de modo particular na solidariedade com os países comprometidos com esta causa. Para que sejam apoiados e possam enfrentar as dificuldades provocadas pela emigração forçada. Esta intenção, de acordo com a Rede Mundial de Oração do Papa, é fundamental para a construção de pontes e da cultura do encontro que o Papa pede.

Francisco procura, deste modo, levar as pessoas a passarem de uma atitude passiva a uma atitude ativa. “Reconhecer o problema é importante, mas não suficiente. Se nos ficamos apenas nisso, não estamos a contribuir com uma solução nem nos envolvemos no assunto. Como o Papa nos pede, ‘devemos passar da indiferença e do medo à aceitação do outro. Porque esse outro podia ser qualquer um de nós’ ”, comenta o P. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa e da sua secção juvenil, o Movimento Eucarístico Juvenil (MEJ).

Segundo dados da ACNUR, a Agência da ONU para os refugiados, o deslocamento forçado global aumentou, em 2015, para 65,3 milhões de pessoas, devido à perseguição, aos conflitos, à violência generalizada ou a violações dos direitos humanos. Desse relatório depreende-se, além disso, que:

  • 21,3 milhões dos deslocados são refugiados.
  • Os principais países que acolhem refugiados são a Turquia (2,5 milhões), o Paquistão (1,6 milhões); o Líbano (1,1 milhões); a República Islâmica do Irão (979.400); a Etiópia (736.100); a Jordânia (664.100), seguidos pelo Quénia, Uganda, República Democrática do Congo e Chade.
  • Estes números refletem uma média de 24 pessoas deslocadas dos seus lares a cada minuto de cada dia.
  • As regiões em desenvolvimento acolhem 86% dos refugiados do mundo.
  • O Líbano acolhe o maior número de refugiados relativamente à sua população nacional (183 por cada mil habitantes). Seguem-se a Jordânia (87) e Nauru (50).
  • Com 441.900 pedidos de asilo, a Alemanha foi o país que recebeu maior número de pedidos individuais, seguida pelos Estados Unidos (172.700), a Suécia (156.400) e a Federação Russa (152.500).

O Vídeo do Papa foi criado para difundir estas intenções de Francisco e consciencializar para a necessidade imperiosa de fazer delas motivo de oração e ação. Concebido e produzido por La Machi, Comunicação para Boas Causas, conta com o apoio da Society of JesusServiço Jesuíta aos RefugiadosIndigoMusic, GettyImagesLatam, e a colaboração do Centro Televisivo Vaticano.

É possível graças ao contributo desinteressado de muitas pessoas. Pode aceder a este link e fazer o seu donativo.

Alguns dados sobre O Vídeo do Papa:

  • Mais de 11 milhões de visualizações online, nas suas redes próprias.
  • Desde o seu lançamento, superou os 2.900 artigos na imprensa global, em mais de 10 idiomas.
  • Este ano já publicou as seguintes intenções:

Onde se pode ver o vídeo?

Sitio web oficial de O Vídeo do Papa

Canal de Youtube de O Vídeo do Papa

Página de Facebook de O Vídeo do Papa

Sobre O Vídeo do Papa

O Vídeo do Papa é uma iniciativa global, promovida pela Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração), para colaborar na difusão das intenções mensais do Santo Padre sobre os desafios da humanidade. Conta com o apoio do Centro Televisivo do Vaticano (CTV), único proprietário dos direitos de imagem do Papa. Cada mês, acompanha o Papa Francisco nos seus pedidos de oração. Mais informação em http://www.ovideodopapa.org

Sobre a Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração)

O Apostolado da Oração é a Rede Mundial de Oração do Papa ao serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja. A sua missão é rezar e viver os desafios da humanidade que preocupam o Santo Padre, expressos nas suas intenções mensais. A missão dos membros desta Rede é serem apóstolos na vida diária, por meio de um caminho espiritual chamado “caminho do coração”, que transforma o nosso modo de estar ao serviço da missão de Cristo. Foi fundada em 1844, está presente em mais de 100 países e mais de 35 milhões de pessoas integram a Rede, incluindo a sua secção juvenil, o Movimento Eucarístico Juvenil. Mais informações em http://www.popesprayer.net/pt-pt/.

Sobre a La Machi

Fundada em 2012, La Machi é uma agência de comunicação especializada em boas causas, com escritórios em Barcelona, Buenos Aires e Roma. A sua missão é ajudar as empresas, ONG’s e instituições religiosas a comunicar através de boas causas. As suas áreas de intervenção são Consultoria Estratégica em Comunicação, Criatividade Publicitária, Desenvolvimento Digital e Fundraising. Foi reconhecida como “Projeto Amigo da Rede” RIIAL e ganhou o prémio Mercúrio para a melhor PME Internacional de Marketing de 2015 e de 2016, atribuído pela Associação Argentina de Marketing. Mais informação em http://www.lamachi.com/en

CONTATO DE IMPRENSA
press@thepopevideo.org
+34 660 034 303

adminFrancisco e O Vídeo do Papa solicitam apoio para os países que acolhem refugiados